quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Fragmentos.


O livro quase chega ao fim e eu ando louca atrás de mais obras do Ouspensky. Sei que ainda tenho várias coisas dele para ler, mas com toda a certeza, esse livro terá sido uma de suas obras mais marcantes para mim. Minha tia o estuda há mais de vinte anos, e até hoje diz que cada releitura é uma nova descoberta.


Posso dizer o mesmo, e posso dizer também que, se ainda não saí do estado de sono, como ele diz, ao menos estou estou com os olhinhos semi cerrados.



Não vejo a hora desse recesso do grupo de estudos acabar para que as reuniões voltem. Sei que ainda tenho um longo caminho pela frente, mas nada nessa vida me fez pensar tanto em minha essência como as idéias de Gurdjieff e de Ouspensky.



E fico triste, muito triste, em pensar que a minha mais prazerosa leitura diária vai ter fim. Ah, não vai ter não. Porque eu vou reler tudinho. Não aguento mais ler nada sobre as placas ISA, Macbook, Pascal ou algo do gênero ligado à computação. Tá certo, não posso reclamar: a facul é ótima e eu até já consegui um trampo, mas sinto uma falta enorme dos tempos de primeira graduação, quando eu lia alguns textos de história que me faziam pensar realmente e alguns que faziam o meu cérebro quase fritar, tão grande o meu espanto sobre as teorias de alguns autores.



Agora, só me resta o raciocínio lógico, as linguagens de programação e as matérias de cálculo.



Eu era feliz e definitivamente, não sabia.

Um comentário:

Andrea disse...

Câncer - 21/06 a 21/07


O Sol em Escorpião (até 21/11) é um fator de proteção para você, pois sinaliza um dos períodos mais férteis do ano, em que sua criatividade tem mais condições de florescer, além de sua intuição estar mais límpida e certeira. É um bom mês para encarar a sério seus talentos e escolher um campo prático em que possam ser canalizados. Isso sem falar no lado intuitivo e inspirado de sua natureza, algo que florescerá com força durante todo o mês.
Outra tendência forte é a participação em atividades coletivas. Você pode entrar num clube de degustadores de vinho, participar de um grupo de interesses culinários ou quem sabe entrar num clube de amizade. A partir da segunda semana de novembro, esta tendência fica forte e você vai se sentir mais inclinado a compartilhar crenças, gostos, preferências e valores com outras pessoas.

Você precisará ter precaução com as palavras, pesando muito bem o que diz durante todo o mês. Também será importante conferir as informações em que se baseia para agir, pois será cobrado por muitas pessoas. Em novembro, vale a pena organizar seu conhecimento, colocar a cabeça em ordem. Um diário pode ajudar, até no auto-entendimento e percepção interior.

Foque no otimismo e nas atividades que trazem colorido e um pouco de aventura para sua vida, canceriano. Na terceira semana, começa uma fase boa para chacoalhar os hábitos e se aventurar em campos desconhecidos. Viagens, passeios, novas relações com pessoas fora de seu círculo podem ser meios positivos para chegar a isso. Acredite mais, tenha fé e confie no lado bom da vida. Isto fará bem para você em muitos sentidos.

Entre os dias 16 e 21/11 a conjuntura astral intensifica a importância do diálogo e da clareza mental, e você deve fazer esforço para afastar os maus pensamentos, evitando se torturar com exigências descabidas neste período. A discrição em relação a suas inquietações também é uma medida boa a ser tomada. Converse com quem pode ajudar você a ver melhor, e não aceite palpites vazios de qualquer um.

No final de novembro, o clima impulsivo e esperançoso da Lua nova em Sagitário contagia seu humor, minimizando dificuldades e problemas.


Saúde

Vitalidade e resistência estarão presentes na primeira quinzena, desde que você não aja de modo muito abrupto e impulsivo entre 10 e 12/11. Seu estilo de vida terá direta relação com sua vitalidade a partir da segunda quinzena. Se você gastar suas energias virando noite no trabalho, sem horário para se alimentar de modo equilibrado, pode esperar problemas. Combata a tendência ao comodismo e à preguiça na última semana.


Amor

O amor pode ser um estímulo poderoso para você ir além de si mesmo, assumir riscos e mostrar seu lado mais encantador e brilhante. Foco e senso de propósito são essenciais neste sentido. Você não vai se distrair com quem não lhe deu a mínima até agora e suas anteninhas estão farejando de modo certeiro quem tem o que você deseja.

Com Vênus transitando seu signo complementar desde 12/11, você terá prazer em compartilhar valores, gostos e projetos de vida de longo prazo com quem ama. Se estiver sozinho, pode sentir a vontade muito forte de se envolver a sério com alguém e o céu está favorável a este desejo.

Com Marte entrando em Sagitário depois de 16/11, talvez você fique birrento, pegando no pé de seu amor com detalhes do cotidiano. É melhor conversar e acertar os ponteiros do que deixar as coisas crescerem até um ponto insustentável. Nesta mesma época, o Sol em quadratura a Netuno (13/11) confunde e ilude, e você tende a esperar demais de alguém que é apenas humano, como você. Também não vale se fazer de vítima, seja firme, maduro e objetivo em se posicionar e não tenha medo de dizer não.

O amor exclusivista e absorvente perde um pouco de força a partir da segunda quinzena, em detrimento da alegria de compartilhar o prazer e o lazer com seus amigos e irmãos de fé até o final do mês.

De 28 a 30/11, os laços de amor estarão firmes, sustentando você. Quem estiver solitário, pode encontrar alguém a fim de algo de fôlego longo e profundo, enquanto os casados e comprometidos terão mais que uma oportunidade de oficializar suas intenções maduras de compromisso para muitos anos. Urano dá um toque de magia e novidade a tudo isso.


Finanças

Feche a torneirinha desde o começo de novembro, canceriano, para não perder o sono no final do mês. É que a vontade de gastar dinheiro vem forte desde o comecinho do mês, e a Lua crescente em Aquário (1/11) faz você se inclinar a experimentos pouco ortodoxos e nada conservadores em matéria financeira, o que sem dúvida é uma péssima pedida nos tempos que correm.

Além disso, não contraia dívidas contando com a ajuda de parceiros ou sócios e não se fie no dinheiro que clientes prometeram pagar a você, pois as reviravoltas do destino e do mercado dificilmente atenderão suas esperanças. O jeito é segurar a vontade de torrar seus trocados por mais algumas semanas. Talvez você não receba um dinheiro prometido ou receba menos do que espera. Isso pode causar problemas e questionamentos. Talvez você tenha de se valer da lei para obter seus direitos.

No período que vai da Lua minguante em Leão (19/11) até a Lua nova em Sagitário (27/11), faça avaliação correta de quanto esforço e talento você emprega para obter os resultados, se eles são apropriados e qual a altura de seus sonhos. Se estão de acordo, ótimo, senão corte mesmo. Isso inclui trabalhar demais por muito pouco, executar tarefas desinteressantes com muito esforço e pouco retorno ou se envolver em projetos compartilhados que não lhe dizem mais nada, nem trazem dinheiro ou frutos aceitáveis. Você vai avaliar e deve cortar sem piedade, sem olhar pra trás.

E, da mesma forma que no início do ano, mantenha as contas sob rigoroso escrutínio e controle. As oscilações financeiras que mexem com o planeta Terra estarão incidindo nas pessoas próximas e você colherá as conseqüências indiretas disso de muitas formas daqui em diante. Por exemplo: ter que assumir uma responsabilidade financeira familiar para ajudar um parente em crise ou dificuldade, ou ter que pagar mais por um serviço ou comodidade importante para seu trabalho.